[Tech] Nokia Lumia 800 e Lumia 710, um novo marco pro Windows Phone?

Não vou negar que o Windows Phone 7.5 Mango é hoje o sistema operacional móvel que eu acho mais interessante e pelo qual tenho mais entusiasmo. Minha esperança é que a plataforma cresça e seja uma alternativa viável à concorrência iOS x Android que estamos vivendo, com aparelhos consistentes e, quem sabe num futuro próximo, mais alternativas de aplicativos. O Windows Phone 7 surgiu na surdina, eu pelo menos não sabia da sua existência até o lançamento do Mango pouco mais de um mês atrás. A questão é que ele não me interessava e nunca me chamou a atenção, mas isso mudou. E mudou mais ainda com a entrada de um novo “player” nesse jogo – a Nokia.

Quando, em fevereiro, surgiu a notícia da parceria Microsoft-Nokia, fiquei no mínimo curioso com o que poderia resultar disso. A espera foi longa, mas finalmente acabou. Ontem, dia 26 de outubro, foram anunciados os modelos Lumia 800 e Lumia 710. Comparados aos modelos top de linha do Android, as especificações são muito mais modestas, mas isso não quer dizer que sejam piores. É como comparar maçã com laranja – são duas plataformas distintas.

Enquanto o Android está vendo memória ram e processador dual-core, a Nokia está vendendo uma usabilidade, quem sabe até um novo modo de conviver com seu smartphone. A diferenciação, entretanto, entre os dispositivos lançados acontece, é claro (nem a Apple trabalha com um único modelo de aparelho – 3GS, 4 e 4S), mas a experiência do usuário é a mesma, em qualquer um dos modelos. O Lumia 800 tem o mesmo design do famoso Nokia N9, o smartphone mais bonito do mundo (opinião pessoal). É um treco tão lindo que dá vontade de lamber. Além disso, pagando mais caro você leva pra casa ainda outros mimos: 16GB de armazenamento interno, tela Amoled, câmera de 8mp e, se não me engano, é só isso. O Lumia 710 tem, em contrapartida, 8GB, tela LCD e câmera de 5mp – além de traseiras removíveis coloridas – algo que muita gente por aí gosta.

O Nokia Lumia 800 é melhor que o Lumia 710? Sem dúvidas. O Mango funciona melhor no Lumia 800 do que no Lumia 710? Não – e essa é a questão. A Nokia e a Microsoft acertaram – vamos criar dois dispositivos, atendendo assim dois públicos diferentes, mas não vamos comprometer a experiência do usuário.  A padronização de dispositivos em companhias distintas é um dos grandes pontos positivos do Windows Phone, criando um ambiente positivo para desenvolvimento de aplicativos e podendo até baratear os aparelhos com acordos comerciais com determinadas empresas – afinal, se todos os aparelhos usam um chip de uma mesma empresa, por que não comprá-los todos no mesmo pedido?

O Lumia 800 e o Lumia 710 devem chegar no Brasil no início do ano que vem, sendo que o último vai ser fabricado no Brasil, o que deve ajudar a ter um preço atrativo nacionalmente. Dentre os modelos, meu sonho de consumo é com certeza o Lumia 800, mas, se por acaso só tiver dinheiro pra comprar o Lumia 710, sei que será um aparelho duradouro e que funcionará corretamente.

Agora, será que vale um bacon?

Nokia Lumia 800: Copiando o design fantástico do N9, o Lumia 800 é um brilho para os olhos e aguenta a pressão de ser o topo de linha Nokia WP 7.5 Mango. Vale uma panela de bacon frito.

Nokia Lumia 710: Com um design e características mais simplórias, o 710 não compromete a experiência do usuário e é uma ótima alternativa pra quem não quer investir tanto dinheiro num smartphone. Tão bom quanto aquele medalhão que você come na churrascaria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s